O que de fato é o Composer?

logo-composer-transparentVamos entender um pouco o que realmente é o Composer e qual sua utilidade! Inclusive porque todos os frameworks atuais estão utilizando esse tal de Composer.

O Composer nada mais é que um instalador de dependências!

Mas espera, como assim dependências? Que raios são dependências?

Um framework é uma série de lib’s(Library ou bibliotecas de códigos) com ferramentas e camadas de abstrações no qual você pode se utilizar para aumentar a segurança, facilidade de manutenção, velocidade de desenvolvimento e homogenização do seu aplicativo.

Tá, mas e o que o Composer tem haver com isso?

Atualmente os frameworks web cresceram muito, então as suas lib’s acabam ficando pesadas e elas são atualizadas constantemente. Pensando nisso o Composer é uma ferramenta na qual você instala e atualiza lib’s de um determinado framework ou ferramenta.

Vamos agora trazer essa ideia de dependências para o Laravel 4.

Para iniciar um desenvolvimento você não precisa baixar o Laravel 4 inteiro, com todas as lib’s. Basta apenas baixar a estrutura de arquivos padrão e iniciar seu desenvolvimento, quando for necessário interpretar/compilar o código para ver o resultado então você baixa as lib’s do Laravel usando o Composer porque elas são necessárias para interpretação/compilação do código.

Para fazer isso tudo o Composer se utiliza de um arquivo ‘.json‘ no qual ele verifica quais lib’s devem ser instaladas ou atualizadas.

Podemos por exemplo ver o Composer.phar ou Composer.php na pasta raiz de muitos frameworks. Então para você instalar as lib’s deste framework sabendo que ele usa o Composer basta mandar o comando no terminal:

1
php Composer.php install

Para atualizar o próprio composer:

1
php Composer.php self-update

Caso existam atualizações no seu framework e você gostaria de atualiza-lo (Lembrando que você precisa ter instalado ele primeiro):

1
php Composer.php update

Mas e se uso Windows? Como vou fazer para interpretar/compilar esse arquivo do Composer? Bom meu amigo, você deve instalar o PHP no seu Windows e configura-lo para chamar a função de interpretação/compilação no prompt de comando do Windows!

Para quem usa Windows isso fica bem difícil mesmo, então indico instalarem uma VMWare (VMWare Player é FREE) com o Linux!

Fonte: Laravel Brasil

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s